Entenda a Transição do Blockchain Colab para iCoLab

“…atuação do Instituto iCoLab é servir de instrumento facilitador e de flexibilidade para dar maior sinergia entre as atividades das torres A, B e C. Desse modo, os fluxos operativos, escalas e resultados, o fomento à ampliação do kowhow coletivo, as conexões e os recursos tangíveis e intangíveis para gerar crescimento e prosperidade, terão a governança do Instituto iCoLab

De onde viemos?

O tema “blockchain” no final de 2017 estava tão presente, que um grupo de profissionais percebeu a necessidade de criar-se um ambiente de discussão, e que pudesse servir para ampliar as perspectivas de mercado e interesse acadêmico.

Então o Blockchain Colab, foi lançado em Porto Alegre no mês de agosto de 2018. Nasceu com a proposta de instalação de um hub colaborativo que pudesse viabilizar iniciativas conjuntas de “geração de valor” envolvendo a utilização da tecnologia Blockchain nas suas mais diversas formas de aplicação.

Clique Aqui e veja o clipe do nosso caminho até aqui

Na prática, os idealizadores dessa estratégia, Profa. Sandra Marlene Heck e Prof. Jorge Verschoore, com o apoio das empresas Skyid, South System, Unicred e Unisinos, sponsors interessados e engajados no desenvolvimento da aplicação dessa tecnologia, promovem desde então uma série de eventos que tem contribuído fortemente para conectar pessoas, organizações púbicas e privadas, acadêmicos, profissionais de negócios e outros interessados (TI e Advogados, por exemplo), visando sensibilizar os stakeholders para a importância de implementar ações colaborativas que possam disseminar conhecimentos em blockchain, inspirar indivíduos e organizações a experimentar modelos interativos de inovação e de soluções benéficas aos problemas que afetam os negócios e a sociedade.

Nesse sentido, foram realizados na Unisinos de Porto Alegre os seguintes eventos: (…) – vídeo?

Ao longo desses eventos, ideias como a instalação de laboratórios de cocriação, objetivando viabilizar a pesquisa aplicada (doing business) numa soma de esforços entre Universidade, Governo, Empresas e Sociedade (hélice quadrupla); criação de estruturas para análise de tendências, inovações e adequações tecnológicas; desenvolvimento e disseminação de casos de uso em blockchain; institucionalização do ambiente colaborativo como plataforma de negócios; e, ainda, a organização de atividades no próprio ecossistema que pudessem facilitar o trabalho técnico e as entregas reais de soluções aos interessados; levaram o Blockchain Colab a alguns importantes desdobramentos.

Conectar para Evoluir

Baseado na multidisciplinaridade de conhecimento como vetor essencial para aplicação descentralizada da tecnologia e inovação de interesse social e mercadológico; na exploração de oportunidades latentes; e, ainda, nas garantias de funcionamento organizacional com adequado modelo de governança, gestão de riscos e compliance; os colaboradores do Blockchain Colab conduziram um processo de cocriação de uma estrutura edificada em três torres de sustentação, totalmente integradas. A primeira, Torre A, representa a continuidade da estratégia Blockchain Colab pelo tempo que for necessário; paralelamente, derivaram as Torres B e C, como duas spin-out da Torre A. 

Inicialmente, implantação da Torre B, que representa a estrutura organizacional com personalidade jurídica voltada para geração de negócios com impacto social, de âmbito nacional e Internacional, abrangendo os setores público e privado, capaz de atender as crescentes demandas de mercado, tanto as necessidades empresariais de aplicação tecnológica e inovação, como as demandas de capacitação, sensibilização de stakeholders e outros eventos de atualização de técnicos e developers. Nesse sentido foi criado o iCoLab, Instituto Colaborativo de Blockchain.

Posteriormente, a implantação da Torre C, que representa o Blockchain Research Group, formado por um grupo interdisciplinar de colaboradores especializados, voltados para desenvolvimento de atividades de pesquisas acadêmicas de P&D.Em linhas gerais, o arcabouço principal de atuação do Instituto iCoLab é servir de instrumento facilitador e de flexibilidade para dar maior sinergia entre as atividades das torres A, B e C. Desse modo, os fluxos operativos, escalas e resultados, o fomento à ampliação do kowhow coletivo, as conexões e os recursos tangíveis e intangíveis para gerar crescimento e prosperidade, terão a governança do Instituto iCoLab.

330login-checkEntenda a Transição do Blockchain Colab para iCoLab