Blockchain no agronegócio

Seja bem-vindo à nossa série de conteúdos sobre Blockchain no agronegócio com parceiros associados do iCoLab!

Nos próximos dias, vamos compartilhar muitos conteúdos em uma parceria iCoLab + One Percent com foco em explorar mais sobre uma das nossas verticais de atuação que é o agronegócio, em que pensamos tech para resolver problemas reais e entregar soluções usando Blockchain com parceiros em cada etapa da execução.

O que é Blockchain – se for para resumir blockchain de forma simples, seria a digitalização da confiança entre as partes.

Blockchain é uma tecnologia disruptiva, assim como foi a internet na década de 90, e está criando novas oportunidades de negócio e transformando as regras do jogo em praticamente todos os setores da economia, tais como financeiro, saúde, direito, agronegócio, governo. Melanie Swan (Blockchain Studies) diz: “Você pode comparar o blockchain com eletricidade”. 

Também conhecida como “o protocolo da confiança” ou “internet de valor”, é uma tecnologia de registro distribuído que visa a descentralização como medida de segurança, transparência, confiança entre os diversos agentes da cadeia. Para Lin William Cong, professor de finanças na Booth, Escola de Negócios da Universidade, “Ainda existe uma falta geral de clareza e confusão sobre blockchain. O Blockchain coloca toda uma nova dinâmica em jogo. Ele fornece consenso descentralizado por meio de um livro razão – ou livro contábil, permitindo que os agentes do ecossistema possam colaborar de forma confiável e imutável.” É possível trabalhar com o que chamamos de contratos inteligentes (“smart contracts”), contratos auto executáveis que tornam-se mais rápidos, seguros e com redução de custos e complexidade para o cumprimento de contratos entre as partes.

Blockchain é uma tecnologia nova e emergente assim como IoT, Machine Learning. O Fórum Econômico Mundial (WEF) lançou em 2019 um guia para avaliação dos benefícios das aplicações de blockchain e lista seis etapas:

#1 Invista um tempo para conhecer a tecnologia blockchain

#2 Defina expectativas realistas

#3 Alinhe com as prioridades estratégicas da organização

#4 Avalie a real necessidade de usar Blockchain

#5 Torne-se ágil na sua adoção e experimentação

#6 Pense na colaboração de várias partes além da sua organização

As iniciativas de blockchain para negócios estão ganhando velocidade. Segundo Gartner “em 2030 serão mais de U$ 3.1 Trilhões injetados em projetos de Blockchain e os principais benefícios são” :  👇 

E aqui separamos as principais aplicações envolvendo a tecnologia Blockchain no setor de agronegócios e que podem contribuir:

  1. Rastreabilidade de produtos agro, envolvendo o controle de toda a cadeia produtiva (produtor, transportador, armazenador, comercializador, exportador, indústrias, supermercados, etc); gerando accountability, integridade, transparência de qualquer transação registrada, uma única versão “verdadeiro” ou “falso” entre as partes, reduzindo custos e a fricção aumentando a velocidade, tornando processo mais fluido…necessário evitar a fraude antes deste registro, por isso é tão importante a utilização integrada da tecnologia blockchain com outras tecnologias que ajudem com destaque para Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (IA) entre outras.
  2. Tokenização de ativos (tangíveis e intangíveis)  do agronegócio, gerando valor agregado aos mesmos e possibilitando, com total integridade e segurança, a comercialização do item digital gerado pela agregação de valor aos ativos; por exemplo para venda futura da soja, milho, crédito de carbono, entre outros. 
  3. Registro eletrônico de documentos em blockchain, permitindo que os documentos digitais sejam registrados de forma a garantir a segurança, precedência e os direitos do autor. O uso da  tecnologia blockchain  permite que esses registros sejam eternizados no tempo. Qualquer documento digital ou digitalizado pode ser registrado via Blockchain. Os documentos digitais originais podem ficar armazenados em nuvem pública (Google, AWS ou Azure), públicos ou não, e o seu registro digital (hash) é registrado na blockchain, permitindo acesso e verificação de forma pública em qualquer lugar do mundo.

Conforme Tatiana Revoredo, membro fundadora da Oxford Blockchain Foundation,  Blockchain Strategist pela University of Oxford e pelo MIT e especialista em blockchain e mitigação de risco cibernético:

“Na China, blockchain é uma das cinco principais prioridades do governo. Como exemplo de como países têm estudado e legislado sobre blockchain para beneficiar cidadãos e empresas, podemos citar a Europa e os EUA. O Brasil precisa direcionar e intensificar seus esforços na criação de um ambiente propício ao desenvolvimento do ecossistema blockchain no país.” Recentemente, Tatiana foi uma das especialistas entrevistadas em um estudo do TCU para avaliar a viabilidade sobre a utilização das tecnologias blockchain e Distributed Ledger Technology (DLT), o potencial de aplicação da tecnologia nos serviços públicos para aumentar a transparência e desburocratização da gestão pública orientada ao cidadão cfe Acórdão 1613/2020 https://pesquisa.apps.tcu.gov.br/#/documento/acordao-completo/1613%252F2020/%2520/DTRELEVANCIA%2520desc%252C%2520NUMACORDAOINT%2520desc/0/%2520?uuid=ce034160-bbc6-11ea-ad32-519ab286dea0. Houve também uma importante recomendação do TCU no uso do Blockchain para o CREA para o aumento de transparência na prestação de contas e gestão dos seus recursos. Observa-se um movimento na esfera pública para o uso não somente das tecnologias Blockchain, mas também IoT e IA para aumentar a transparência, resolver problemas de interoperabilidade e compartilhamento de dados entre as bases nacionais dos mais diversos órgãos (MS, BNDES, TCU, MME, etc..), aumentar a capacidade de atendimento com qualidade para o cidadão, enfim reduzir a desburocratização, os custos e aumentar a eficiência dos serviços públicos.

A blockchain pode ser enquadrada como uma tecnologia de propósito geral, ou seja, uma tecnologia com características únicas e capazes de impactar drasticamente nas relações econômicas e sociais pré-existentes, bem como prover significativas melhorias e facilitar a criação de inovações em diversos setores da economia.

E mais  👇 disponibilizado pelo Marison

http://privacytools.rds.land/blockchachain-como-ferramenta-lgpd

Nosso próximo texto será sobre Tokenização com foco no Agronegócio e muitos outros temas como Rastreabilidade e Registro eletrônico de documentos – tbd farão parte na nossa série e conteúdos.

Referências desse conteúdo 👇

👉https://www.mckinsey.com/industries/high-tech/our-insights/getting-serious-about-blockch👉ainhttps://drive.google.com/file/d/1cmwkCXdAXsnD2XtxzEDHG2resNRAzDwV/view?usp=sharing👉https://ab2l.org.br/insights-sobre-regulacao-e-blockchain-no-brasil-por-tatiana-revoredo/

10820login-checkBlockchain no agronegócio