Castertech está explorando Blockchain com auxílio do IHR

No mês de novembro de 2020 o iCoLab em parceria com a associada One Percent iniciou um projeto de uma prova de conceito para a rastreabilidade de produtos através da tecnologia de Blockchain na Castertech, uma companhia das empresas Randon. Visando criar uma forma de encadeamento de todos os processos utilizados para fabricação dos produtos, sendo eles validados pela blockchain, dado suas características de imutabilidade e criptografia dos dados. Isso conferirá ao processo ainda mais confiabilidade, permitindo rápido acesso às informações, rastreamento lógico das etapas, eliminação do papel no processo e necessidade de gerenciar documentos por prazos determinados, já que dados em uma Blockchain permanecem presentes enquanto a rede existir.

O início deste projeto só foi possível pela prospecção da oportunidade pelo IHR em conexão com o Icolab – Instituto Colaborativo de Blockchain. O Instituto Hercílio Randon foi o primeiro associado do iCoLab.

No caso da Castertech o objetivo do uso do blockchain é tornar a cadeia de suprimento de peças automotivas mais eficiente e transparente com os clientes da sua rede de valor. Ter a capacidade de rastrear a procedência e as características das peças pode resolver problemas como: reduzir a quantidade de ineficiência e falta de clareza das informações em determinadas fases do ciclo de vida da peça. Por exemplo, a capacidade de rastrear sistematicamente a origem de cada peça automotiva permitirá que a Caster e os clientes da rede identifiquem rapidamente a fonte de, permitindo criar uma trilha de auditoria imutável, proporcionando transparência  e ganho de eficiência e reduzindo assim o dado que o modelo atual de confiança centralizada adiciona atrasos e maiores custos às transações.

Mesmo que o Blockchain ainda não seja uma realidade tão difundida no mercado, já é uma das tecnologias mais importantes na agenda de inovação de algumas empresas. O Blockchain junto com outras tecnologias como Internet das Coisas (IoT) pode criar novos modelos de negócios assim como pode mudar a maneira como os já existentes são executados. Parte do entusiasmo em torno do uso da blockchain na indústria automotiva é a sua aplicação em gêmeos digitais (digital twin). Um gêmeo digital é uma representação digital e dinâmica de um ativo físico que permite às empresas rastrear sua origem, desempenho atual e futuro de todo seu ciclo de vida. O ativo, por exemplo, pode ser um veículo, um equipamento ou uma peça, que envia dados de desempenho e seus eventos como manutenção, seguro, garantia diretamente para seu gêmeo digital, mesmo quando sai das mãos do fabricante para o distribuidor ou para o cliente (proprietário). Blockchain pode ser usado para documentar com segurança todo o ciclo relacionado a cada ativo e é uma das tecnologias que, provavelmente, segundo Tapscott e Tapscott (2016, p. 1), “terá o maior impacto no futuro da economia mundial”.  

No que se refere à proposta de valor para o cliente, esta prova de conceito em curso também exigirá a cooperação e envolverá o apoio de seus clientes, envolvidos na mesma cadeia transacional para sua completa adoção e escalabilidade na empresa. 

Blockchain para se tornar realidade exige cada vez mais colaboração do ecossistema e tem-se destacado como um desafio. De acordo com o Gartner, a tecnologia tem uma série de questões que precisam ser abordadas antes que as empresas possam implementá-las em escala. Além das questões tecnológicas, as empresas também precisam “estar dispostas a adotar a descentralização em seus modelos e processos de negócios o que não é fácil”, disse Rajesh Kandaswamy, vice-presidente de pesquisas do Gartner. Para os líderes de inovação da Castertech que acreditam na importância desse projeto, o start não deveria postergar, e sim tinha que acontecer em 2020.

Conheça mais sobre as empresas Randon, Castertech e o IHR:

Randon
Com mais de 70 anos de história, as Empresas Randon alcançaram presença global e liderança nos setores de reboques e semirreboques, autopeças e serviços. A organização tem sede na cidade de Caxias do Sul (RS) e está presente em mais de 100 países, sempre priorizando a proximidade e a confiança com seus públicos, a valorização das pessoas e o lucro com sustentabilidade. A companhia tem como propósito conectar pessoas e riquezas para gerar prosperidade e faz isso por meio das empresas Randon Implementos, Fras-le, JOST Brasil, Master, Suspensys, Castertech, Randon Ventures, Randon Consórcios, Banco Randon e suas controladas. As Empresas Randon contam com o maior centro tecnológico do setor automotivo da América Latina, o CTR, e atuam no ecossistema de inovação com o Instituto Hercílio Randon e com a Randon Ventures, além de trabalhar na transformação social com iniciativas realizadas pelo Instituto Elisabetha Randon. A empresa faz parte do Nível 1 de Governança Corporativa da B3, figurando entre as maiores empresas privadas brasileiras.

Castertech
Empresa líder brasileira em soluções em sistemas de rodagem, componentes fundidos e usinados para veículos comerciais e equipamentos agrícolas.A empresa foi fundada em 2006 com instalações de 74,800 m² em 23,700m²  área construída, iniciou sua produção em 2009 com capacidade de 30 mil toneladas / ano de peças fundidas para atender apenas as empresas Randon. A partir de 2017 nasceu uma nova empresa: Com o novo modelo, a Castertech agregou tecnologia de usinagem e montagens ao negócio e com a aquisição da nova filial CASTERTECH INDAIATUBA, ampliará a capacidade de fundição para 65 mil toneladas, passando a abastecer diretamente os mercados OEM (caminhões e ônibus), OEM (reboques e semirreboques), OEM (agrícola), Sistemistas.

IHR
O Instituto Hercílio Randon (IHR) é um instituto das Empresas Randon focado no desenvolvimento de tecnologias e inovação. É uma associação sem fins lucrativos. Fundado em 2015, o Instituto Hercílio Randon tem como propósito conectar as Empresas Randon ao ecossistema de inovação e incentivar a cultura de inovação, estabelecendo parcerias e projetos. O IHR atua na busca de apoiar o desenvolvimento de produtos inovadores das Empresas Randon.

Conheça mais sobre nós: iCoLab 
O iCoLab é um hub colaborativo de inovação que conecta e desenvolve pessoas e organizações na economia digital. Temos o propósito de disseminar e gerar conhecimento científico, tecnológico e de inovação usando tecnologias transversais como Blockchain. Estamos organizados em três pilares: Pesquisa, Social e Mercado para fazer a conexão entre os ecossistemas de geração de conhecimento e do empreendedorismo, transformar conhecimento em valor (PAPER em PIB) para impactar de forma positiva os negócios e a sociedade construindo um mundo de abundância.

O objetivo desta parceria é justamente conhecer e explorar novas possibilidades relacionadas à aplicação desta tecnologia a processos internos da companhia.

12180login-checkCastertech está explorando Blockchain com auxílio do IHR