iCoLab Brasil: da consolidação institucional aos novos rumos de mercado

iCoLab Brasil: da consolidação institucional aos novos rumos de mercado

O iCoLab – Instituto Colaborativo de Blockchain nasceu em 2019 e tem o propósito de disseminar e gerar conhecimento científico, tecnológico e de inovação para conectar e desenvolver pessoas e organizações na economia digital. Estamos organizados em três pilares: Pesquisa, Social e Mercado, para fazer a conexão entre os ecossistemas de geração de conhecimento e do empreendedorismo, transformar conhecimento em valor (PAPER em PIB), aproximando pesquisadores das empresas no desenvolvimento social e econômico e impactar de forma positiva os negócios e a sociedade, construindo um mundo de abundância.

Em 2020, completamos nosso primeiro ano de vida e trabalhamos pelo fortalecimento da nossa rede e a consolidação da nossa marca institucional. Assim como todo o mundo, revisamos rotas e readequamos nossos projetos a uma realidade desconhecida, seguindo nosso propósito e gerando valor para a nossa comunidade de interesse. Evoluímos a nossa jornada em prol do conhecimento em blockchain e do compartilhamento dos nossos valores para uma sociedade em transformação.

Alcançamos uma nova etapa no Pilar Pesquisa, com ações lideradas por Sandra Marlene Heck, pesquisadora, professora e diretora-presidente do iCoLab. No início da pandemia, Sandra articulou uma rede entre operadores de saúde, hospitais do RS e pesquisadores da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), onde foram consolidados dois projetos de pesquisa: o Minha Saúde Digital, aprovado em junho no edital 12/2020 da Capes, com fomento de 9 pesquisadores (3 pos doc, 4 doutorandos e 2 mestrandos) nas seguintes temáticas: 1) Arquitetura Distribuída – Blockchain; 2) Interoperabilidade – Infoestrutura; 3) Prognóstico e Indicadores de Gestão na Saúde – IA e Deep Learning; 4) Interação e Assistência à saúde do paciente; 5) Governança da rede e dos dados; e o Minha História Digital, aprovado em dezembro no edital FAPERGS PPSUS, que combina as temáticas de internet das coisas, computação em neblina e em nuvem para o gerenciamento eficiente de pessoas e sinais vitais no âmbito da COVID-19. 

Ainda em dezembro de 2020, lançamos o projeto de Curadoria de Conteúdo e Pesquisa em Blockchain. Esta iniciativa tem a liderança do professor Marcelo de Nardi e o objetivo é catalogar material relevante sobre a tecnologia, aplicando uma avaliação simplificada por Pesquisadores Associados, de modo que essas referências estejam organizadas em temas centrais, como Administração, Direito, Ciência da Computação, Filosofia e Sociologia, disponíveis e com acesso facilitado à consulta dos associados e pesquisadores da área. 

No pilar Social, além dos eventos mensais abertos e gratuitos, realizados com o objetivo de disseminar conhecimento e cases reais usando blockchain, destacamos a criação da News iCoLab, um canal que amplia a nossa conexão com quem nos acompanha e se interessa pelos temas relacionados à tecnologia. Todo o conteúdo gerado pelo nosso time pode ser acessado neste link.       

A chegada de 2021 trouxe novos desafios, novos integrantes e a necessidade de uma forte reorganização para dar maior transparência à estrutura, aos papéis de atuação e ao modelo de incentivos. Elegemos novos diretores, definimos os líderes das verticais de negócios e criamos o Conselho Consultivo para aumentar a nossa governança e apoiar as ações do Instituto a nível Brasil. Com os Pilares Social e de Pesquisa em pleno movimento, nosso maior esforço para o primeiro trimestre de 2021 foi a mobilização para realizar as duas assembleias (AGO e AGE) com os associados, e engajarmos os novos empreendedores e entusiastas numa estratégia maior de aderência mercadológica. 

Agora, nossos passos avançam firmes em direção ao mercado. Construímos um modelo de Governança e de Gestão que nos permitirá conduzir projetos usando a tecnologia blockchain, contribuindo para a pesquisa, a formação de novos talentos, a transformação de modelos de negócio e a maturidade necessária para atender as demandas de mercado, como no case Castertech/IHR, uma das empresas Randon.  

Conheça os integrantes da nova gestão eleita na última assembleia geral:

https://lh3.googleusercontent.com/J-UfEtl7i2ZGBzegg11UOBEIYw3FxCo8gjDexnRD3cB9GJJ91QYXUIeQzWRo2JUrk5RpEzwIUHLG8oZ_gsTVPKRIvgEaCLq8trPRrn0JlnBUSlfzTs6-mGFRwadJ5VbmIKwXLT_T
15730login-checkiCoLab Brasil: da consolidação institucional aos novos rumos de mercado